Campeonato Brasileiro

Três pontos! Fluminense bate o Bahia, se afasta do Z-4 e quebra jejum de vitórias no Campeonato Brasileiro

Lucca, de falta, fez o gol sobre os nordestinos, no Maracanã

Por Bruno Gentile

Fluminense vence o Bahia por 2 a 0 pelo Campeonato Brasileiro
(Foto: Lucas Merçon/Fluminense)

Deu para o gasto! Em mais um jogo de fraca atuação e quase nenhuma criatividade, o Fluminense sofreu enorme pressão, mas segurou a onda, venceu o Bahia por 2 a 0, nesta segunda-feira (30), no Maracanã, pela 18ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, e, além se afastar da zona de rebaixamento da competição, quebrou o jejum de cinco partidas sem resultado positivo na Primeira Divisão – derrotas para Grêmio, Palmeiras, América-MG, Internacional e empate com o Atlético-MG. Lucca, de falta, e Bobadilla fizeram a favor dos comandados do técnico Marcão, que pularam para a 13ª colocação, alcançando os 21 pontos.

O primeiro tempo foi bem morno e sem grandes emoções, com poucas chances criadas. Depois de os minutos iniciais bastante amarrados, as oportunidades só começaram a surgir a partir da metade da etapa. Aos 18, Jhon Arias, estreando entre os titulares, lançou Fred na frente da área. O camisa 9 dividiu com a marcação e a bola sobrou para Martinelli, que chutou de primeira, mandando por cima da baliza de Matheus Teixeira. Os baianos, até então tímidos ofensivamente, foram ao ataque somente aos 22, respondendo à investida adversária: ex-Flamengo, Lucas Mugni ganhou de Samuel Xavier e cruzou rasteiro. Luccas Claro subiu com Gilberto e o centroavante testou muito perto da meta de Marcos Felipe.

Apesar da pequena efetividade e movimentação, o confronto apresentava-se favorável ao clube das Laranjeiras, ligeiramente melhor do que os visitantes, por jogar em casa. Aos 25, os cariocas quase abriram o placar, com Fred aparecendo novamente. Fred foi achado por Arias próximo à marca da cal, dominou, girou sobre os zagueiros e bateu rasteiro. Matheus Teixeira, atento, caiu para fazer o encaixe, sem dar rebote. O artilheiro, antes de arriscar a conclusão, tinha Samuel Xavier, sozinho, como opção pela faixa direita, porém, acabou escolhendo a finalização.

A partir daí, o duelo seguiu truncado e sem inspiração, até que Lucca, em lance de rara felicidade, inaugurou o marcador em bola parada. Após falta de Patrick de Lucca em Yago Felipe, na intermediária, o camisa 7 da equipe de Marcão cobrou com categoria e força, por cima da barreira. O goleiro voou para evitar o gol, chegou a resvalar nela, mas não conseguiu defender com firmeza, empurrando na trave e, em seguida, no fundo das redes. O atacante anotou seu terceiro tento na temporada – os outros dois foram na última vitória do time no Brasileirão, 2 a 1 no Sport, na Ilha do Retiro.

Na volta do intervalo, o jogo continuou, de certa forma, equilibrado. Logo aos 7 minutos, o Fluminense ampliou a vantagem, porém, a trama foi invalidada. Samuel Xavier cruzou pelo lado direito da área para Fred, que desviou de leve e mandou na bochecha das redes. Entretanto, o próprio bandeirinha viu impedimento do número 9 na origem da jogada e assinalou a anulação do lance. Na sequência, aos 12, o Bahia também arriscou: Rodriguinho avançou pelo meio, arrematou rasteiro de média distância e Marcos Felipe caiu para ficar com a posse.

Com o resultado parcial a favor, os cariocas deixaram cair o ritmo ofensivo e passaram a se preocupar com o sistema defensivo, esperando o adversário e fechando os espaços. Os nordestinos, por outro lado, melhoraram com as mexidas na equipe e, em duas oportunidades criadas, acertaram o travessão da baliza dos mandantes. Aos 32, depois de cobrança de escanteio de Rossi, o arqueiro saiu mal e não encontrou nada. Luiz Otávio cabeceou e a bola explodiu no poste. Já posteriormente, aos 36, o ponta-esquerda progrediu e tocou para Juninho Capixaba, atrás. O defensor bateu, de primeira, Marcos Felipe resvalou com os dedos e a tentativa, de novo, parou na trave.

Após isso, os visitantes foram seguiram em busca da igualdade, principalmente com Luiz Otávio, Rossi e Óscar Ruiz, só que sempre sem pontaria e qualidade. Até que, no último lance, nos acréscimos, aos 50, o Tricolor do Rio de Janeiro fechou o caixão e decretou o triunfo no Maracanã. Cazares cobrou falta direto para o gol e Matheus Teixeira esticou-se todo para espalmar. Na sobra, Bobadilla, que substituiu Fred, trombou com Conti e, de canhota, balançou a rede, contando ainda com desvio na zaga.

Agora, com o resultado positivo, o Fluminense terá poucos dias para se preparar para o próximo compromisso, diante do Juventude, na quinta-feira (2), às 19h, novamente no Maracanã, em confronto adiado da 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Os cariocas têm a possibilidade de distanciar ainda mais da zona de rebaixamento da competição nacional se vencerem os gaúchos, que estão justamente uma posição abaixo do time das Laranjeiras, porém, com a mesma pontuação.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »