Conecte-se conosco

Campeonato Brasileiro

Vasco aciona CBF e pede mudança em prol da sua torcida; entenda

Até o momento, torcedor vascaíno precisará desembolsar valor cinco vezes maior que o rotineiro para apoiar o time contra o Operário

Publicado

em

Vasco
Foto: Daniel Ramalho/Vasco

O Vasco emitiu nota, no começo da noite deste sábado (01), revelando ter aberto um requerimento na CBF exigindo o cumprimento do artigo 86, parágrafo 4º do Regulamento Geral de Competições da entidade, para que o preço dos ingressos da partida Operário, na próxima terça (04), no estádio Germano Krüger, pela Série B, sejam nivelados de acordo com os valores praticados pela equipe paranaense nos últimos jogos.

O movimento vascaíno se deu após os preços para o setor visitante, visando o compromisso contra o time carioca, serem fixados em R$ 150,00 (inteira) e R$ 75,00 (meia). Ainda de acordo com a nota, “neste mesmo setor, o mandante em questão recebeu o Vila Nova-GO, na rodada anterior, com valores de R$ 30,00 e R$ 15,00.

Confira a nota vascaína:

O Vasco da Gama informa que, neste sábado, 01/10, entrou com um requerimento na CBF para exigir cumprimento do artigo 86, parágrafo 4o do Regulamento Geral de Competições da entidade, para que o preço de ingressos da partida Operário x Vasco da Gama, cobrados no setor visitante sejam imediatamente igualados aos preços praticados rotineiramente nas partidas anteriores.

Os preços fixados pelo Operário para a partida da próxima terça-feira para o setor visitante são de R$ 150,00 inteira e R$ 75,00 meia entrada. Neste mesmo setor, o mandante em questão recebeu o Vila Nova (GO), na rodada anterior, com valores de R$ 30,00 inteira e R$ 15,00 meia entrada.

Pelos preços ora em vigor, os torcedores do Vasco da Gama estão sendo obrigados a pagar 5 (cinco) vezes mais caro que o preço justo, o que contraria as regras da CBF.

O Vasco da Gama espera providências imediatas para que sejam cumpridas as regras da CBF e que sejam respeitados os direitos de seus torcedores.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.