Internacional

Físicos que descobriram buracos negros ganham o Nobel de Física 2020

Ganhadores dos prêmios de química, literatura, paz e economia serão conhecidos ainda esta semana

Por Redação Tupi

Foto: Divulgação

Três cientistas que descobriram buracos negros foram os ganhadores do Prêmio Nobel 2020 em Física. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira (06). Os vencedores vão dividir o valor de 10 milhões de coroas suecas, cerca de R$ 6,3 milhões.

Conheça os vencedores:

Roger Penrose, britânico de 89 anos, mostrou que a teoria geral da relatividade leva à formação de buracos negros; ele ficará com metade do prêmio. Ele é professor da Universidade de Oxford, no Reino Unido.

(Foto: Royal Academy of Sciences (Genzel e Ghez) e Wikimedia Commons (Penrose))

Reinhard Genzel, alemão de 68 anos, e Andrea Ghez, americana de 55 anos, ficarão com a outra metade, pela descoberta de um objeto compacto supermassivo no centro de nossa galáxia. Um buraco negro supermassivo é, hoje, a única explicação conhecida para isso.

Ghez é a primeira mulher premiada neste ano e a quarta a ganhar um Nobel em Física na história do prêmio (desde 1901). Ela leciona na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA), nos Estados Unidos. Genzel é afiliado ao Instituto Max Planck para Física Extraterrestre em Garching, na Alemanha, e à Universidade da Califórnia em Berkeley, também nos EUA.

O Nobel em Medicina foi a primeira anunciada, nesta segunda-feira (05). Os ganhadores dos prêmios de química, literatura, paz e economia serão conhecidos ainda esta semana.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »