Internacional

Governo da Ucrânia acredita que queda de avião em Teerã pode ter sido provocada por míssil russo

Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky decretou dia de luto nacional em homenagem aos 170 passageiros e seis tripulantes mortos

Por Redação Tupi

Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky decretou dia de luto nacional em homenagem aos 170 passageiros e seis tripulantes mortos
(Foto: Reprodução)

O governo ucraniano não descarta a hipótese de o avião civil, que transportava 176 pessoas e que caiu na última quarta-feira na capital iraniana, ter sido atingido por um míssil russo. O secretário de Segurança de Kiev disse que está analisando vários cenários, como um ataque terrorista, a explosão do motor ou a possibilidade de o boeing ter sido alvo de um míssil antiaéreo. Os investigadores pretendem fazer buscas no local da queda do aparelho, à procura de destroços.

O secretário de Segurança da Ucrânia, Oleksi Danylov, informou que participam do inquérito peritos que estiveram envolvidos na investigação da queda do voo MH17, da companhia aérea da Malásia, avião que foi abatido em 2014 por um míssil terra-ar disparado por separatistas russos em território ucraniano. O desastre provocou a morte de 298 pessoas.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, decretou dia de luto nacional, em homenagem aos 170 passageiros e seis tripulantes mortos. Ele prometeu ainda apurar toda a verdade sobre a tragédia, considerada a maior do tipo na história recente do país.

As informações são da emissora de televisão pública portuguesa RTP.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Janeiro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »