Internacional

Refugiado confessa ser autor de incêndio na Catedral de Nantes, na França

Suspeito trabalhava como guarda voluntário no local e foi preso

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução)

Um refugiado ruandês, de 39 anos, confessou ter sido o autor do incêndio que atingiu a Catedral de Nantes, na França. Ele foi preso após confessar o crime. A informação é do jornal “Le Monde”.

O refugiado trabalhava como guarda voluntário na Catedral de São Pedro e São Paulo e foi interrogado neste sábado (25). Segundo o jornal, o promotor Pierre Sennès afirmou que o suspeito admitiu o crime depois de ter negado a participação no primeiro depoimento. A identidade dele não foi revelada.

Para o jornal francês, o advogado Quentin Chabert afirmou que seu cliente se arrependeu e que está colaborando com as investigações.

O incêndio aconteceu no dia 18 e foi rapidamente controlado. Ninguém ficou ferido. O fogo destruiu vitrais do século XVI e um órgão que tinha no local.

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que a Catedral de Nantes é atingida por um incêndio. Em 1972, o telhado da igreja, construída entre os séculos XV e XIX, ficou destruído.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »