Conecte-se conosco

Capital Fluminense

Comlurb inicia operação de dois ecopontos na Avenida Brasil

Com mais esses dois, a companhia chega a nove ecopontos novos em 2022

Publicado

em

Início da operação no Vagão marca implantação de ecopontos pela Comlurb
(Foto: Divulgação)

A Comlurb inicia na manhã desta quinta-feira (29) a operação de mais dois ecopontos na Zona Norte, ambos na Avenida Brasil: um em Parada de Lucas, na altura do número 14.000, ao lado das instalações da Marinha do Brasil, e o outro na Comunidade Amarelinho, próximo ao número 18.500, em Irajá. Os lançamentos serão às 9h e às 10h30, respectivamente.

Os equipamentos têm duas caixas estacionárias de 5m3 para receber entulho, galhadas, pedaços de madeira e bens inservíveis, como móveis e eletrodomésticos; e uma caixa compactadora de 15m3 para lixo domiciliar.

Os moradores poderão colocar seus resíduos diariamente, das 6h às 18h. Com mais esses dois, a Companhia chega a nove ecopontos novos em 2022. Os outros são: Vagão e Vila Jurema, em Realengo, Santo Amaro, no Catete, Madureira, sob o Viaduto Negrão de Lima, Mineira, no Catumbi, comunidade de Vigário Geral e Novo Lar, no Recreio.

– Com essas inaugurações, seguimos fazendo a nossa parte ao garantir locais com estrutura para receber resíduos, e contamos sempre com o apoio da população local para colaborar com o descarte correto de seu material – disse Flávio Lopes, acrescentando que as iniciativas tornam a operação da Comlurb ainda mais sustentável, contribuindo para um gerenciamento eficiente dos resíduos sólidos urbanos.

A Comlurb tem incentivado cada vez mais que os moradores façam a separação de resíduos potencialmente recicláveis em casa. A Companhia está empenhada em reformar e implantar novos ecopontos em diversas regiões da cidade, especialmente em áreas mais críticas de descarte irregular. Assim, a Comlurb garante que locais antes degradados passem a contar com pontos ordenados de descarte, com remoção regular dos resíduos por caminhões. A previsão é que até o fim do ano mais de 20 ecopontos sejam finalizados. Além de fundamentais para a ordenação dos resíduos, os ecopontos ajudam no controle de vetores e na melhoria da saúde pública.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.