Meio ambiente

Ministro Salles diz que “COP-25 não deu em nada”

Prevaleceu o "protecionismo" de alguns países. Disse o ministro no Twitter

Por Marcos Antonio de Jesus

 

(Foto: Reprodução/Twitter)

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, lamentou, neste domingo, a falta de acordo em torno da regulamentação do mercado global de créditos de carbono durante a 25ª Conferência das Partes, a (COP25) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas.

No twitter oficial dele, o ministro afirmou que a “COP-25 não deu em nada” e prevaleceu o “protecionismo” de alguns países. “Prevaleceu infelizmente uma visão protecionista de fechamento do mercado e o Brasil e outros países que poderiam fornecer créditos de carbono em razão das florestas e boas práticas ambientais saíram perdendo.

Ainda assim, o Brasil segue firme no trabalho de atrair recursos para o Brasil e para os brasileiros”, encerra ele a postagem. A ausência de acordo em torno de uma proposta de regulamentação foi um dos principais gargalos da conferência.

As discussões giraram em torno da criação de regras para o comércio de créditos correspondentes ao corte de emissões de gases do efeito estufa. O Brasil pleiteava usar esse mercado para receber recursos, especialmente de países que mais geram emissão de gases estufa.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »