Conecte-se conosco

Internacional

Criança de 4 anos é encontrada em deserto dos EUA após sobreviver sozinha por dois dias

Ryker Webb foi encontrado ileso, mas sentindo muita fome, sede e frio

Publicado

em

Pequeno Ryker Webb sobrevive a dois dias sem água e comida em deserto dos EUA
Pequeno Ryker Webb sobrevive a dois dias sem água e comida em deserto dos EUA (Foto: Divulgação / Lincoln County Sheriff's Office)

O pequeno Ryker Webb, de apenas 4 anos, pode se considerar um garoto de sorte. Ele precisou sobreviver durante dois dias sozinho em um deserto dos EUA.

Com tudo para dar errado, a história dessa criança terminou com um final feliz. Ele, após 48 horas sentindo fome, sede e frio foi localizado.

De acordo com o Gabinete do Xerife do Condado de Lincoln, as buscas envolveram socorristas, equipes motorizadas, times de cães farejadores, drones, helicópteros e uma unidade de barcos de diversas agências. Ryker estava desaparecido desde 17h de sexta-feira (03).

Grupo de resgate que localizou o menino Ryker Webb
Grupo de resgate que localizou o menino Ryker Webb (Foto: Divulgação / Lincoln County Sheriff’s Office)

Segundo as autoridades norte-americanas, o alerta foi dado por um vizinho de Ryker. Na ocasião, a polícia constatou que a criança estava desaparecida há pelo menos duas horas. Ele teria sido visto pela última vez brincando com o cachorro da família no quintal de casa, no sul da cidade de Troy, no estado de Montana.

Riker estava sozinho quando as temperaturas caíram para cerca de 4ºC durante a noite. Tempestades e chuvas acabaram atrapalhando o trabalho de buscas.

De acordo com o escritório do xerife, as “condições climáticas eram muito ruins, e consistiam em chuva, baixa visibilidade e teto baixo”.

Riker foi localizado no condado de Sander, a cerca de 3,8 quilômetros de onde desapareceu. Ao todo, 53 pessoas foram mobilizadas para encontrá-lo.

As autoridades afirmaram ainda que a criança “estava de bom humor e aparentemente saudável, embora com fome, sede e frio”. Ele foi levado imediatamente para um hospital local, onde passou por avaliação médica.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *