Mundo

‘Não vai haver golpe de Estado, nem transição alguma’, defende ministro da Defesa venezuelano

Para Vladimir Padrino López, os militares vão "defender a democracia" e o "presidente Nicolás Maduro, eleito pelo povo"

Por Redação Tupi

Para Vladimir Padrino López, os militares vão “defender a democracia” e o “presidente Nicolás Maduro, eleito pelo povo”
(Foto: Ministério da Defesa da Rússia)

O ministro da Defesa venezuelano, Vladimir Padrino López, negou a possibilidade de uma tentativa de golpe de Estado no país, ou de uma transição política que a oposição considera necessária para acabar com a crise.

“Não vai haver nem golpe de Estado, nem governo de fato, nem transição alguma”, disse Padrino López na última terça-feira. “Aqui não vai se instalar qualquer governo porque as Forças Armadas estão consciente das suas obrigações morais e constitucionais”, completou. O ministro da Defesa ainda acrescentou que os militares vão “defender a democracia” e o “presidente Nicolás Maduro, eleito pelo povo”.

A crise política, econômica e social venezuelana agravou-se desde janeiro deste ano, quando o presidente da Assembleia Nacional, onde a oposição detém a maioria, Juan Guaidó, se autoproclamou presidente interino da Venezuela.

A oposição, que conta com o apoio de mais de 50 países, defende que para resolver a crise Maduro deve ser afastado do poder, deve ser designado um governo de transição e convocadas eleições livres e transparentes.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
29 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Bola em Jogo
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »