Conecte-se conosco

Mundo

Novo vírus chinês já infectou 35 pessoas e OMS liga alerta

Pacientes foram identificados na província de Shandong e em Henan, no leste e na região central da China, respectivamente

Publicado

em

Testes rápidos de coronavírus podem ser menos eficazes para novas variantes (Foto: Daniel Castelo Branco/ Divulgação)
(Foto: Daniel Castelo Branco/ Divulgação)

Um novo vírus foi identificado e já infectou 35 pessoas na China. O Langya henipavirus (LayV), popularmente chamado de Henipavírus, causa doenças severas em animais e humanos e possui uma taxa de mortalidade de 40% a 75%, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os casos foram reportados na revista The New England Journal of Medicine.

As infecções foram encontradas na província de Shandong e em Henan, no leste e na região central da China, respectivamente. A Organização Mundial da Saúde (OMS) o incluiu na lista de vírus com potencial pandêmico.

Entre os sintomas apresentados pelos pacientes, estão: febre, fadiga, tosse, cansaço, perda de apetite, dor muscular e ainda anormalidades como baixo nível de plaquetas, baixo número de leucócitos e redução da função hepática e renal.

Ainda não há vacina ou tratamento para o Henipavírus, assim como não há a informação de como funciona a transmissão do vírus. Nenhum dos novos casos resultou em óbito até o momento e a maioria é leve, com pacientes apresentando sintomas semelhantes aos da gripe.

“O coronavírus não será a última doença infecciosa a causar uma pandemia, ao passo que novas doenças terão um maior impacto no nosso cotidiano”, disse Wang Xinyu, médico do Departamento de Doenças Infecciosas do Hospital Huashan, afiliado à Universidade de Fudan.

Todos os pacientes relataram contato recente com animais. Os Henipavírus estão naturalmente abrigados em morcegos frutíferos, mas os cientistas que estudam esses novos casos acreditam que o Langya seja transmitido pelo contato com musaranhos, um pequeno mamífero que se alimenta de insetos. Outros 25 animais estão sendo estudados para verificar se são portadores do vírus.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.