Mundo

Papa fala do importância da imprensa e pede que jornalistas relatem o drama de pessoas não ouvidas

Pontífice lembrou dos profissionais do ramo que morreram enquanto exerciam o ofício

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

Neste sábado, na Associação de Imprensa Estrangeira na Itália, o Papa Francisco fez uma homenagem a todos os jornalistas que foram assassinados enquanto trabalhavam. As informações são da Reuters.

Ele pediu que os profissionais do ramo combatessem a difusão de informações falsas – as fake news. Também incentivou os jornalistas a serem humildes e a relatarem histórias de pessoas em situações difíceis que, normalmente, não são retratadas pela imprensa.

“Ouvi com sofrimento as estatísticas sobre seus colegas (jornalistas) mortos enquanto faziam seus trabalhos com coragem e dedicação em tantos países, relatando o que estava acontecendo em guerras e outras situações dramáticas nas quais tantos irmãos e irmãs do mundo vivem”, disse o pontífice.

No começo deste mês, o Papa já havia ressaltado, em sua conta oficial no Twitter, a importância da liberdade da imprensa.

“Precisamos de um jornalismo livre, a serviço da verdade, do bem e do justo; um jornalismo que ajude a construir a cultura do encontro. #DefendMediaFreedom”, dizia o tuíte do Papa.

Comentários
enquete

Ir de penetra em uma festa é muita cara de pau?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
14 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »