Patrulhando a Cidade

Em 49 dias, mais de 13 mil mulheres denunciaram agressão no estado do Rio

Números representam um aumento de 12% em relação ao mesmo período de 2019, onde não havia decreto de quarentena

Por Amanda Ribeiro

A Central 190, da Polícia Militar, recebeu 13.065 denúncias de violência contra a mulher entre 13 de março e 30 de abril, período onde o estado já havia decretado quarentena. Ou seja, em média, 266 mulheres sofreram agressão em 49 dias.

Os dados são do Monitor da Violência contra Mulher durante a Pandemia, do Instituto de Segurança Pública do Rio, lançado nesta sexta-feira (5). Ainda de acordo com o ISP, os números representam um aumento de 12% nas agressões contra o sexo feminino em relação aos mesmos dias do ano passado.

Já a quantidade de ocorrências registradas nas delegacias de polícia do estado diminuíram. Segundo o ISP, a queda acontece por conta da restrição à circulação de pessoas, resultando na subnotificação dos casos.

Outro ponto importante é que a proporção de crimes que ocorreram dentro de casa aumentou para os mais graves: 68,8% das mulheres vítimas de agressão e 72,4% das de violência sexual estavam na residência em que moram no momento do crime.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
12 de Julho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »