Patrulhando a Cidade

Justiça mantém preso militar da Marinha que importunou mulher dentro de ônibus

O magistrado justificou que a manutenção da prisão "é necessária e proporcional" diante do crime do qual ele é acusado e que fragiliza a ordem pública

Por Marcos Antonio de Jesus

Foto: Reprodução

A Justiça do Rio manteve a prisão do sargento da Marinha acusado de ejacular em uma mulher dentro de um ônibus em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, nesta quarta-feira. A decisão foi dada durante audiência de custódia na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio, na tarde desta quinta-feira.

O juiz Rafael Cavalcanti Cruz, da 5ª Vara Criminal, converteu em prisão preventiva a detenção do terceiro sargento José Carlos Vidal Ferreira, de 35 anos, pelo crime de importunação sexual.  Na decisão, o magistrado justificou que a manutenção da prisão “é necessária e proporcional” diante do crime do qual ele é acusado e que fragiliza a ordem pública.

“A ordem pública se encontra fragilizada, de modo que resta indiciada uma incapacidade do custodiado reger-se de acordo com as regras de civilidade e sociabilidade, oferecendo, assim, a liberdade do custodiado, ofensa à ordem pública, assim considerado o sentimento de segurança, prometido constitucionalmente, como garantia dos demais direitos dos cidadãos”, declarou o juiz.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
08 de Abril de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Clóvis Monteiro
« Programa Anterior
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »