Patrulhando a Cidade

Ministério Público faz operação para prender filho do prefeito de Seropédica

De acordo com o MP, Waguinho tirava proveito do cargo político do pai para exigir altas quantias em dinheiro do proprietário de uma empresa

Por Amanda Ribeiro

Foto: Reprodução

O Ministério Público do Estado do Rio realiza hoje uma operação para prender o filho do prefeito de Seropédica, Wagner Oliveira de Souza, conhecido como Waguinho. Ele é acusado de extorsão, constrangimento ilegal e coação.

De acordo com o MP, Waguinho tirava proveito do cargo político do pai para exigir altas quantias em dinheiro do proprietário de uma empresa que possuía contrato de prestação de serviços com a prefeitura. A denúncia aponta que, por diversas vezes, Wagner Oliveira de Souza ameaçou a vítima afirmando que, caso não recebesse o dinheiro ilícito, o município não pagaria à empresa o valor total do contrato.

A ação também busca prender Fábio Silva de Moura, por envolvimento no crime de coação. Ainda segundo o MP, Fábio levou o proprietário da empresa a uma reunião com Waguinho sem que soubesse do que se tratava. Durante o encontro, Waguinho colocou uma pistola em cima da mesa e a utilizou para intimidar. Na ocasião, o filho do prefeito contou que sabia que a vítima havia prestado depoimento no Ministério Público e fez questionamentos sobre.

Os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pelo Juízo da 1º Vara Criminal de Seropédica.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Na Companhia Do Garcia
« Programa Anterior
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »