Patrulhando a Cidade

Polícia conclui laudo sobre a morte do miliciano Adriano da Nóbrega

Ex-policial militar foi morto durante confronto com a polícia, em 9 de Fevereiro

Por Camila Moraes

Foto: (Reprodução/Internet)

A perícia do Rio concluiu o laudo sobre a morte do miliciano Adriano da Nóbrega, morto durante confronto com a polícia, em 9 de Fevereiro, na Bahia. Segundo o documento, além das perfurações o corpo de Adriano ainda apresentava outros ferimentos, o que pode indicar que ele tenha sido torturado, mas não há evidências sobre uma possível tortura.

Adriano que foi ex-policial militar era apontado como chefe da milícia Escritório do Crime. Na época da morte, o advogado de Adriano disse que o cliente temia ser assassinado em uma “queima de arquivo”.

O advogado também questionou a informação divulgada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia, segundo a qual Adriano tinha envolvimento com a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes, em março de 2018.

O órgão de segurança da Bahia afirmou que Adriano morreu durante operação da polícia para cumprir um mandado de prisão contra o miliciano que estava foragido da justiça.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
30 de Maio de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »