Coronavírus

Bolsonaro afirma que churrasco no Alvorada era ‘fake’ e chama jornalistas de ‘idiotas’

Presidente usou as redes sociais, no final da manhã deste sábado, para desmentir a história e ridicularizar a ação movida pelo MBL

Por Redação Tupi

Presidente usou as redes sociais, no final da manhã deste sábado, para desmentir a história e ridicularizar a ação movida pelo MBL
(Foto: Divulgação)

Após anunciar que faria um churrasco no Palácio da Alvorada neste sábado, o presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido), afirmou que a informação era “fake” e chamou os jornalistas que o criticaram de “idiotas”. Por meio de seu perfil oficial no Twitter, o chefe do Executivo ainda debochou do Movimento Brasil Livre (MBL), que entrou com uma ação na Justiça para impedir a realização do suposto evento.

“Alguns jornalistas idiotas criticaram o churrasco FAKE, mas o MBL se superou, entrou com AÇÃO NA JUSTIÇA”, escreveu Bolsonaro no final da manhã. A história do suposto churrasco teve início na última quinta-feira, quando o presidente falou para imprensa, em tom irônico, que faria a confraternização com “uns 30” convidados, entre os quais o ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário. Ele ainda disse que estava sendo feita uma “vaquinha” para pagar pelos custos da festa.

“Eu convidei o garoto da CGU (Wagner Rosário), tô cometendo um crime, vou fazer um churrasco no sábado aqui em casa e convidei aí o Wagner, o ministro da CGU, vai trazer o filho dele de 13 anos, falei que ele não olhe pra Laura se não o bicho vai pegar, tá certo? E vamos bater um papo aqui, quem sabe fazer uma peladinha com alguns ministros, alguns servidores mais humildes estão ao meu lado, ok?”, declarou na frente do Palácio da Alvorada. “Deve ser uns 30 aí (convidados). Inclusive, vai ter vaquinha, 70 reais, não vai ter bebida alcoólica, se não a primeira-dama aí bota tudo pra correr, Ok?”, completou.

Na sexta-feira, diante dos apoiadores que o esperavam em frente ao Alvorada, o presidente ironizou as notícias acerca do evento.”Churrasco, só tô convidando a imprensa. Já tem 180 convidados”, disse. “Setecentas pessoas, confirmou aqui. Tá todo mundo convidado aqui. Oitocentas pessoas no churrasco. Tem mais um pessoal de onde? Mais o pessoal de Águas Lindas (GO). Novecentas pessoas no churrasco amanhã”, prosseguiu em tom debochado.

Após as declarações, o MBL entrou com uma ação para barrar o churrasco de Bolsonaro. No documento do pedido, o advogado do movimento, Tiago Pavinatto, alega que, “mesmo sem afrontar a lei”, o chefe do Executivo “excede manifestamente os limites impostos pela boa fé, pelos bons costumes e as finalidades sociais e econômicas que podem existir neste ato”.

Também na última sexta-feira, o Brasil registrou número recorde de mortes confirmadas por Covid-19 em 24 horas, totalizando 751 óbitos. Ao todo, foram 9.897 mortes e 145.328 contaminados. Neste sábado, o país deve ultrapassar marca de 10 mil vítimas da doença.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Maio de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »