Destaques

Bolsonaro chama Moro de ‘mentiroso deslavado’ após ser acusado de comemorar soltura de Lula

Segundo o ex-juiz federal, o mandatário teria celebrado a decisão que libertou o petista porque isso o beneficiaria politicamente

Por Redação Tupi

Bolsonaro, Moro e Lula
Segundo o ex-juiz federal, o mandatário teria celebrado a decisão que libertou o petista porque isso o beneficiaria politicamente
(Foto: Reprodução/Montagem)

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), respondeu a uma acusação feita pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro (Podemos) e negou ter comemorado a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo o ex-juiz federal, o atual mandatário teria celebrado a decisão que libertou o petista porque isso o beneficiaria politicamente.

Durante a sua tradicional live semanal, realizada na noite desta quinta-feira (02), o chefe do Executivo não poupou palavras ao comentar a declaração do ex-aliado. “A última notícia dele é que ‘Bolsonaro comemorou quando Lula foi solto, diz Moro’. É um vídeo, e ele fala ‘ouvi dizer’. É um papel de palhaço, um cara sem caráter”, disparou. “Agora ele vai me acusar disso, que comemorei. ‘Ouvia no Palácio do Planalto que ele comemorou porque era bom politicamente para ele’. Tá de brincadeira. Mentiroso deslavado!”, prosseguiu o presidente.

Ao todo, Bolsonaro usou seis minutos consecutivos da transmissão para falar de Sergio Moro. Entre os pontos citados pelo governante, estavam a ajuda dada por ele ao ex-juiz durante o escândalo envolvendo o vazamento de mensagens trocadas com procuradores da Lava-Jato. Na ocasião, como uma forma de prestigiar o então ministro da Justiça, o presidente o levou para partidas de futebol e outros eventos da agenda pública.

“Esse cara está mentindo descaradamente. O cara quer ser candidato, é um direito dele, mas em vez de ele mostrar o que fez, fica só apontando o dedo para os outros e mentindo. (…) Não estou preocupado com ele, não. Se ele se candidatar, o povo vai saber se ele merece ou não o voto. Agora, ficar fazendo campanha na base da mentira… Aprendeu rápido, Sergio Moro. Aprendeu a velha política”, desabafou Bolsonaro.

Outro acusação do ex-ministro rebatida pelo presidente foi envolvendo a aproximação do mandatário com as legendas partidárias do grupo conhecido como Centrão. “Ele não sabia os partidos que eu integrei antes do governo? O tal do Centrão são quase 300 deputados. Para aprovar qualquer coisa, precisa de deputados desses partidos. Como se todo mundo do Centrão não prestasse”, afirmou.

Assista a live completa do presidente Jair Bolsonaro abaixo:

 



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
22 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
21:00 - Botequim do Mister
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »