Brasil

Bolsonaro decide não prestar depoimento sobre suposta interferência na Polícia Federal

Pedido da AGU será analisado pelo ministro Alexandre de Moraes,

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Alan Santos/Presidência da República)

O presidente Jair Bolsonaro abriu mão de prestar depoimento à Polícia Federal no inquérito que apura suposta tentativa de interferência na corporação. A decisão foi comunicada ao Supremo Tribunal Federal pela Advocacia-Geral da União nesta quinta-feira. O inquérito está parado desde o dia 17 de setembro por conta da indefinição sobre o depoimento de Bolsonaro.

No documento, a AGU informa ao STF o desejo de “declinar do meio de defesa que lhe foi oportunizado unicamente por meio presencial no referido despacho”. O governo tentava autorização para que o presidente pudesse apresentar depoimento por escrito, em vez de comparecer presencialmente.

O pedido da AGU será analisado pelo ministro Alexandre de Moraes, relator do caso desde o mês passado. Como investigado, Bolsonaro tem a prerrogativa de permanecer em silêncio.

 

 

 

Comentários

enquete

Quem vai levar a melhor no Cariocão?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »