Brasil

Bolsonaro edita decretos flexibilizando limites para compra de armas

Mudanças foram divulgadas, na noite desta sexta-feira, pela Secretaria-Geral da Presidência da República

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução/Twitter)

O Governo Federal alterou quatro decretos de 2019 que regulamentam a aquisição de armamento e munição por agentes de segurança e grupos de Colecionadores, Atiradores e Caçadores. As alterações flexibilizam os limites para compra e estoque de armas e cartuchos. As mudanças foram divulgadas, na noite desta sexta-feira, pela Secretaria-Geral da Presidência da República e publicadas, em edição extra do Diário Oficial da União.

As alterações incluem, de acordo com texto: aumento, de quatro para seis, o número máximo de armas de uso permitido para pessoas com Certificado de Registro de Arma de Fogo; possibilidade de substituir o laudo de capacidade técnica por um “atestado de habitualidade” emitido por clubes ou entidades de tiro; entre outros.

Nas redes sociais, Bolsonaro disse que, em 2005, por meio do referendo, o Brasil decidiu pela posse de armas para a legítima defesa.

 

 

Comentários
enquete

Você concorda com as medidas restritivas impostas no Rio?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Mário Belisário
« Programa Anterior
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »