Brasil

Bolsonaro lembra o atentado de 2018 e diz que, se preciso, dá a vida pela liberdade

Declaração foi feita em postagens nas redes sociais e curtida pelos apoiadores

Por Marcos Antonio de Jesus

Imagem depois de Bolsonaro ser esfaqueado
(Foto: Reprodução / Rede Social)

O presidente Jair Bolsonaro lembrou nesta segunda-feira do atentado que sofreu no dia seis de setembro de 2018, quando fazia campanha em Juiz de Fora, em Minas Gerais. Bolsonaro escreveu: “há exatos 3 anos tentaram me matar. Agradeço a Deus pela sobrevivência. Hoje, se preciso for, dou a vida pela liberdade”.

Jair Bolsonaro foi esfaqueado por Adélio Bispo dos Santos, que foi preso em flagrante pela Polícia Federal. Por causa da facada, ele foi submetido a cirurgias no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. A Justiça Federal considerou o autor da facada inimputável. Os equipamentos  eletrônicos (celulares e  notebooks) também tiveram os sigilos protegidos pela Justiça.

Adélio é mantido na Penitenciária Federal de Campo Grande. A defesa de Adélio entrou com um pedido de Habeas Corpus, pedindo a transferência dele para o Hospital de Custódia e tratamento psiquiátrico ou outro estabelecimento adequado, no Estado de Minas Gerais.

O relator, Ministro Nunes Marques negou a transferência e, pouco tempo depois foi seguido pelos demais membros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal.

 



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Fala Garotinho
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
09:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Botequim do Mister
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »