Brasil

Câmara mantém veto de Bolsonaro a reajuste de funcionários públicos

Com isso, os salários de servidores federais, estaduais e municipais ficam congelados até o fim do ano que vem

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Najara Araújo / Câmara dos Deputados)

A Câmara dos Deputados manteve, nesta quinta-feira, o veto do presidente Jair Bolsonaro ao aumento de salários de funcionários públicos até o fim de2021. Foram 316 votos a favor e 165 contrários. Dois parlamentares se abstiveram. A decisão dos deputados reverte a decisão do Senado, que na véspera havia derrubado o veto do presidente.

Com isso, os salários de servidores federais, estaduais e municipais ficam congelados até o fim do ano que vem. O alívio nas contas públicas, segundo o Ministério da Economia, vai ficar em R$ 132 bilhões de reais. O congelamento dos reajustes por 18 meses foi incluído no projeto de socorro a estados e municípios por conta da crise causada pela Covi-19.

A proposta prevê repasses de R$ 60 bilhões aos governos locais e autoriza ainda a suspensão de dívidas com a União e bancos públicos, elevando o impacto do pacote a R$ 125 bilhões.

 

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Na Companhia Do Garcia
« Programa Anterior
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »