Política

Governo fará concessões a políticos na reforma da Previdência

Uma das possibilidades é acabar com o Plano de Seguridade Social dos Congressistas

Por Redação Tupi

Uma das possibilidades é acabar com o Plano de Seguridade Social dos Congressistas
(Foto: Reprodução)

Depois de criar uma nova regra de transição para beneficiar servidores públicos e trabalhadores do INSS, o relator da reforma da Previdência , deputado federal pelo estado de São Paulo Samuel Moreira (PSDB), estuda dar um alívio para senadores e outros deputados na proposta que tramita no Congresso Nacional.

Uma das possibilidades é acabar com o Plano de Seguridade Social dos Congressistas (PSSC), inclusive para os parlamentares que já contribuem para o regime especial. Neste caso, os congressistas passariam para o regime geral e receberiam de volta os valores de contribuição que foram pagos acima do teto do INSS. Outra ideia é tornar a adesão ao PSSC opcional, autorizando a permanência de quem quiser. No entanto, seria preciso cumprir regras de transição semelhantes às dos servidores públicos.

A reforma prevê que, para acessar o benefício, eles teriam que cumprir à idade mínima de 65 anos, homens, e 62 anos, mulher, com pedágio de 30% sobre o tempo de contribuição que falta para aposentadoria. Considerando as regra atuais do PSSC, deputados federais e senadores podem chegar a receber aposentadorias acima de 33 mil, quase seis vezes o rendimento máximo do INSS, caso fiquem 35 anos no cargo, ou alcançarem os 60 anos de idade, independentemente de gênero.

Comentários
enquete

Vale a pena se tornar vegetariano só para agradar o (a) parceiro (a)?
Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Setembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »