Conecte-se conosco

Brasil

Maioria dos brasileiros afirma que militares da ativa não devem ir a atos políticos nem terem cargos no governo, diz Datafolha

Pesquisa ouviu 2.074 pessoas acima de 16 anos nos dias 7 e 8 de julho. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos

Publicado

em

Pazuello durante manifestação pró-Bolsonaro deste domingo
Ex-ministro da Saúde acompanhou o presidente da República, Jair Bolsonaro, no passeio motociclístico pelas ruas da capital fluminense neste domingo (23) (Foto: Reprodução/CNN Brasil)
Pazuello durante manifestação pró-Bolsonaro deste domingo

Ex-ministro da Saúde acompanhou o presidente da República, Jair Bolsonaro, no passeio motociclístico pelas ruas da capital fluminense neste domingo (23)
(Foto: Reprodução/CNN Brasil)

Pesquisa publicada na noite deste domingo (11) realizada pelo Instituto Datafolha aponta que a maioria dos brasileiros é contrária à participação de militares da ativa em atos políticos e muito menos em cargos no governo federal.

Dos perguntados sobre militares devem ou não participar de atos políticos, 62% disseram não, enquanto 34% dos entrevistados responderam positivamente. 4% não souberam responder.

Já sobre o levantamento de militares terem ou não cargos no governo, 38% julgaram que podem (o número era de 43% em maio de 2020 e 41% em maio deste ano). No entanto, 58%  afirmaram que não devem (eram 52% em maio de 2020 e 54% em maio deste ano). Dos entrevistados, 4% não souberam responder (eram 5% em maio de 2020 e em maio deste ano).

O Estatuto dos Militares juntamente com o regulamento disciplinar do Exército, dizem que é vedado ao militar do serviço ativo participar de qualquer tipo de manifestação política ou reivindicatória. O tema também está sendo debatido na Câmara dos Deputados.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *