Política

Militares nomeados para o Ministério da Saúde não tem formação em Medicina

Doze nomes ligados ao Exército brasileiro foram designados para funções importantes dentro da pasta na última semana

Por Redação Tupi

Doze nomes ligados ao Exército brasileiro foram designados para funções importantes dentro da pasta na última semana
(Foto: Alan Santos/Presidência da República)

Ministro interino da Saúde, o general Eduardo Pazuello nomeou, em cerca de uma semana no posto, 12 militares para ocuparem cargos estratégicos na pasta. Entretanto, chama atenção o fato de nenhum dos convocados terem formação ou ligação com a área de Medicina.

Entre os nomes do Exército que ganharam cargos de importância na nova gestão está do coronel Antônio Élcio Franco Filho. Na última terça-feira, ele assumiu o posto de secretário-executivo substituto do Ministério da Saúde . Antes, Antônio Élcio era secretário-executivo adjunto da Secretaria-Executiva do órgão.

Questionado pela revista Época sobre as nomeações, a pasta não se justificou, mas defendeu a atuação do corpo técnico, que “mantêm a normalidade das atividades” no Ministério da Saúde. “Cabe ressaltar que a estratégia de resposta brasileira à COVID-19 não foi prejudicada em nenhum momento. As ações de atenção à saúde, aquisição de insumos e equipamentos continuam sendo adotadas e reforçadas pela pasta a partir de necessidades da população, bem como todas as políticas públicas de saúde”, disse o órgão em nota oficial.

Abaixo, confira as nomeações feitas pelo ministro interino Eduardo Pazuello:

– Coronel Antônio Élcio, para secretário-executivo substituto;

– Tenente-coronel Reginaldo Machado, para diretor do Departamento de Gestão;

– Coronel Luiz Otávio Franco Duarte, para assessor especial;

– Tenente-coronel Marcelo Duarte, para assessor do Departamento de Logística;

– Subtenente de infantaria André Botelho, para coordenador de contabilidade;

– Major Ramon Oliveira, para coorndenador de Inovações de Processos;

– Subtenente Giovani Cruz, para coordenador de Finanças do Fundo Nacional de Saúde;

– Tenente-coronel Marcelo Pereira, para diretor de programa;

– Tenente-coronel Vagner Rangel, para coordenador de execução orçamentária;

– Major Angelo Martins, para diretor do Departamento de Monitoramento e Avaliação do SUS;

– Tenente Mario Costa, para a Subsecretaria de Planejamento e Orçamento;

– Capitão Alexandre Magno, para assessor.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
27 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »