Política

Moro pede licença de ministério ‘para tratar de assuntos particulares’

Afastamento será de uma semana, entre os dias 15 e 19 de julho

Por Redação Tupi

Afastamento será de uma semana, entre os dias 15 e 19 de julho
(Foto: Reprodução)

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, pediu para ficar afastado durante uma semana da pasta “para tratar de assuntos particulares”. A licença de Moro do cargo valerá entre os dias 15 e 19 de julho. O despacho presidencial autorizando o afastamento temporário do ministro foi publicado na edição desta segunda-feira do Diário Oficial da União (DOU).

Por intermédio de uma nota emitida por sua assessoria, nesta segunda-feira, o Ministério da Justiça e Segurança Pública explicou que se trata de uma licença não remunerada, prevista em lei: “Por ter começado a trabalhar em janeiro, o ministro não tem ainda direito a gozar férias. Então está tirando uma licença não remunerada, com base na Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990 (Art. 81. Conceder-se-á ao servidor licença, VI – para tratar de interesses particulares)”.

De acordo com informações do jornal O Estado de São Paulo, o afastamento de Moro não tem ligação com as mensagens divulgadas pelo site The Intercept Brasil, que mostram supostas conversas do ministro, à época juiz-federal em Curitiba, com procuradores da operação Lava Jato. Segundo um auxiliar da pasta declarou ao Estadão, a licença era prevista desde que Sergio Moro assumiu o cargo, em janeiro deste ano.

Comentários
enquete

Para uma vida conjugal dar certo, alguém da relação tem que ceder?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Pedro Augusto
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »