Política

Na Parada LGBT de São Paulo, Marta Suplicy critica governo Bolsonaro e ministra Damares

Ex-senadora disse que é 'como se estivéssemos vivendo um neofascismo'

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Neste domingo, em São Paulo, ocorre a 23ª Parada do Orgulho LGBT. A ex-senadora e ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy esteve presente, e, em entrevista ao site Universa do UOL, fez uma crítica ao governo do presidente Jair Bolsonaro.

Ela disse que a concentração de mais de três milhões de pessoas na Avenida Paulista é o “não” das ruas ao que ela chama de “retrocesso civilizatório”.

“Estamos vivendo uma demonização de mulheres, de negros, de homossexuais. São inúmeras tentativa de tirar os direitos adquiridos. Isso ameaça a nossa democracia. Entre tantas atitudes de ódio, é como se estivéssemos vivendo um neofascismo”, disse a ex-senadora.

Ela ainda criticou o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, pasta que fica sob responsabilidade da ministra Damares Alvares.

“(Esse governo) é um terror. Na hora que você tem uma ministra das Mulheres (como essa), pensa: mal ou bem, os avanços estavam acontecendo, mas dessa vez é preocupante”.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
15 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Clóvis Monteiro
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
10:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »