Política

‘Não fui quem traiu’, diz Tabata Amaral sobre PDT em artigo

No dia em que apresentou a defesa ao Conselho de Ética, deputada federal defendeu a postura pró-reforma da Previdência

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira, a deputada federal Tabata Amaral escreveu um artigo para o jornal Folha de S. Paulo, em que fala sobre o voto a forma da reforma da Previdência desenvolvida pelo governo Jair Bolsonaro, que ela votou a favor, apesar da recomendação do partido dela, o PDT. Também hoje, ela apresentou a defesa ao Conselho de Ética do partido.

No texto, ela nega traição ao PDT, que a ameaça de expulsão.

“Não fui eu quem traiu. O manifesto do movimento Acredito, do qual sou cofundadora, fala explicitamente da construção de uma política que promova o diálogo e a busca por soluções efetivas, e da crença em práticas partidárias mais democráticas e transparentes”, dizia um trecho do artigo.

De acordo com ela, a reforma em que votou é muito diferente da apresentada originalmente.

“Fui chamada de traidora, por ousar, como parlamentar mulher e jovem, de dizer sim a uma reforma da Previdência que havia mudado completamente desde sua apresentação”, escreveu Tabata.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Bola em Jogo
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »