Política

PSDB paulista fala em ir à Justiça comum para tentar tirar Aécio Neves do partido

Na última quarta-feira, a Executiva Nacional da sigla rejeitou dois pedidos de expulsão do mineiro

Por Redação Tupi

Na última quarta-feira, a Executiva Nacional da sigla rejeitou dois pedidos de expulsão do mineiro
(Foto: Reprodução)

O diretório paulista do PSDB está cogitando recorrer à Justiça comum após a executiva nacional do partido ter rejeitado dois pedidos de expulsão do deputado federal Aécio Neves (PSDB- MG), na última quarta-feira. O veredito foi encarado como uma derrota pessoal do governador de São Paulo e presidente nacional da sigla, João Dória (PSDB- SP), que acredita que a permanência de Aécio, acusado de corrupção, pode afetar a imagem de um “novo PSDB” que ele e seu grupo tentam construir.

Pessoas próximas ao prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), dizem que o político cogita até mudar de sigla, caso Aécio não seja de fato expulso: “Essa matéria (a expulsão) não foi exaurida. Bruno tem tempo para tomar sua decisão quando achar melhor. Não será a opinião pública que irá pautá-lo”, defendeu Fernando Alfredo, presidente do PSDB-SP, em entrevista a revista Exame. “Se ele (Bruno Covas) anunciar amanhã que vai deixar o PSDB, cresceria pelo menos 6% nas pesquisas”, concluiu ainda.

Aécio Neves é acusado de ter recebido propina do empresário Joesley Batista, do Grupo J&F, além de ter obstruído as investigações de inquéritos ligados a Operação Lava Jato.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Clóvis Monteiro
« Programa Anterior
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »