Rio

Ação de orientação e fiscalização do transporte coletivo resulta em 86 multas

Agentes atuaram em estações de maior demanda do BRT

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução / BRT Rio

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes, registrou 57 multas por irregularidades nos serviços do BRT e outras 29 autuações em linhas convencionais, durante ações realizadas nesta sexta-feira, em diferentes pontos da cidade.

Os agentes atuaram em estações de maior demanda do BRT e aplicaram 57 multas por lotação e outras irregularidades, como desorganização do terminal e intervalo entre os ônibus acima do permitido. Outra equipe esteve nos Terminais Bananal e da Ribeira, na Ilha do Governador, para verificar as condições da frota operante.

Durante a ação, os fiscais vistoriaram 11 linhas de ônibus e constaram que as linhas 322,327, 934 e 935 estavam com serviço inoperante. As linhas 634,910, 323, 325, 328 e 2343 circulavam com frota abaixo do estabelecido pela secretaria; e as linhas 328 e 922 estavam com veículos em mau estado de conservação, com bancos e para-brisas quebrados e equipamentos de acessibilidade inoperantes. Ao todo, 29 multas foram aplicadas.

A secretaria tem atuado diariamente para acompanhar a operação dos serviços e cobrar que os consórcios e o BRT, que já foram notificados, ampliem sua frota efetiva em circulação, de forma a se adequar e acompanhar o incremento gradativo da demanda em função das fases definidas no plano de retomada.

“Nosso objetivo é que o transporte funcione de forma plena para a população. Seguiremos empenhados em buscar soluções para a mobilidade da cidade, especialmente neste momento de retomada das atividades e, para isso, estamos nas ruas fiscalizando e cobrando que os operadores cumpram as suas obrigações contratuais e aprimorem os serviços” – destacou o secretário municipal de Transportes, Paulo Jobim.

Desde o início das ações de combate ao novo coronavírus, a SMTR aplicou 2.810 multas ao BRT e aos consórcios que operam linhas de ônibus regulares, especialmente por lotação, inoperância de linhas e circulação de frota inferior ao permitido. A SMTR segue com as ações intensificadas para garantir que as novas medidas sanitárias, durante a flexibilização, sejam cumpridas pelos operadores, além de orientar motoristas e usuários sobre as recomendações dos órgãos de saúde.

“Não vamos parar. Vamos continuar acompanhando de perto a operação. Estaremos sempre em pontos e horários estratégicos, inspecionando os serviços e orientando os passageiros que dependem do sistema para chegar ao seu destino” – concluiu o subsecretário de Transportes, Allan Borges.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
08 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show de Bola
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »