Conecte-se conosco

Baixada Fluminense

Jiboia e garça são flagradas pelas ruas de Nova Iguaçu

Serpente foi capturada por um morador de Vila de Cava

Publicado

em

Jiboia resgatada em Nova Iguaçu
Jiboia resgatada em Nova Iguaçu

Animais silvestres antes vistos apenas em zonas rurais ou pela TV, têm feito aparições cada vez mais comuns nas áreas urbanas de Nova Iguaçu. Nesta sexta-feira (24), uma jiboia foi flagrada na Rua Muniz Barreto, em Vila de Cava. A poucos quilômetros dali, em Vila São Luís, uma garça foi encontrada circulando livremente por entre os carros na Estrada de Iguaçu. Ambos os animais foram resgatados pela Guarda Ambiental Municipal (GAM), órgão ligado à Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMAM).

A serpente foi capturada por um morador de Vila de Cava e levada ao DPO do bairro. Acionada, a Guarda buscou o animal e o devolveu ao seu habitat natural, em Tinguá, após verificar que a cobra estava em bom estado de saúde. Já a garça, que foi levada para um estabelecimento comercial na Estrada do Iguaçu, para que não corresse o risco de ser atropelada, até que o resgate fosse feito, estava com uma asa quebrada e precisou ser levada para ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), em Seropédica.

Segundo o secretário municipal de Meio Ambiente, Fernando Cid, o surgimento de animais silvestres fora de seu habitat natural, está diretamente ligado às ações humanas. “À medida que o homem avança sobre a natureza, estes animais migram para outras áreas em busca de alimentos e, em muitos casos, acabam indo parar nas áreas urbanas. Por isso, é fundamental o trabalho que a Guarda Ambiental Municipal vem desenvolvendo no sentido de combater crimes como as queimadas florestais e a caça de animais silvestres nas áreas de proteção ambiental da cidade”, afirma Cid.

Com um efetivo de 23 agentes concursados, a Guarda Municipal Ambiental atua em todo o município de Nova Iguaçu. Além do combate aos incêndios em áreas florestais e caça ilegal, o setor promove, constantemente, diversas ações de Educação Ambiental.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.