Capital Fluminense

Eduardo Paes confirma queima de fogos em Copacabana e outros nove pontos da cidade do Rio

De acordo com o prefeito, o réveillon deste ano será uma versão simplificada da festa tradicional

Por Diogo Sampaio

Queima de fogos na praia de Copacabana, Réveillon Rio 2019
Queima de fogos ocorrerá em dez pontos da cidade, permitindo que carioca participe sem precisar de grande deslocamento
(Foto: Reprodução)

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), confirmou em entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (09) no Centro de Operações, na Cidade Nova, que haverá queima de fogos, na noite de réveillon, em dez pontos espalhados pela capital fluminense, incluindo a Praia de Copacabana. Segundo Paes, será uma versão mais simples da festa tradicional.

No caso da Praia de Copacabana, não haverá shows, mas sim 25 torres de som que tocarão música na orla e farão a contagem regressiva. E apesar dos fogos terem sido mantidos, de acordo com Paes, a Prefeitura não montará qualquer esquema especial de transporte para o bairro, que contará com restrições para chegada e saída, incluindo a proibição de estacionamento na orla e em vias de acesso.

“Cariocas que desejam assistir a queima de fogos devem procurar os pontos mais próximos de casa para evitar grandes deslocamento. Já há um encaminhamento, que eu tinha feito com o governador Cláudio Castro, que o metrô não vai funcionar em horário especial. Geralmente, durante o réveillon funciona 24 horas, mas não vamos ter isso. Provavelmente, no caso do metrô, vai fechar no horário normal”, declarou Paes.

O prefeito do Rio ainda destacou que medidas como o uso da máscara de proteção facial em ambientes fechados e a recomendação pelo distanciamento mínimo seguem vigentes. No entanto, próprio Eduardo Paes admitiu acreditar que sim, haverá aglomeração no réveillon.

“É claro que vai ter aglomeração. Aliás, não está proibido no Rio. Há 15 semanas, nós temos aglomeração permitida na cidade. E sem máscara”, afirmou o político.

Edurado Paes durante coletiva sobre réveillon
(Foto: Diogo Sampaio/Super Rádio Tupi)

Na coletiva, Paes afirmou também que, por ele, haveria sim show na orla este ano e que contratar a cantora Anitta estava nos planos da Prefeitura. Porém, diante da orientação contrária do comitê científico do estado à realização das apresentações na Praia de Copacabana, ele voltou atrás.

“A decisão do Comitê Científico da Prefeitura era fazer o réveillon normal. Está publicado em ata. Ia ter show, nós não íamos cancelar. Mas, teve uma decisão do comitê científico do estado e eu obedeci. Também não entendo: se fala tanto do réveillon, mas ficam calados sobre o Maracanã lotado com 60 mil pessoas antes de ontem. Não sei se o vírus tem algum preconceito com o Maracanã, mas não vi ninguém reclamando de 60 mil pessoas pulando junto, se beijando e se abraçando na hora do gol”, disparou o chefe do Executivo municipal.

E mesmo sem a festa tradicional, Paes aproveitou para fazer um convite aos turistas, que já estão com o ciclo vacinal completo, para virem ao Rio de Janeiro. Ele adiantou ainda a intenção de haver um posto de vacinação na orla de Copacabana, funcionando durante a noite de réveillon.

“Visitantes do Brasil, venham para o Rio de Janeiro. A cidade está aberta, funcionando. O nível de restrições é muito baixo. Os bares funcionam, os restaurantes, as rodas de samba, as casa de show… Os museus estão abertos, as preias estão lindas, os teatros e cinemas estão abertos, assim como os shoppings. A única coisa que nós pedimos é que venham aqueles visitantes que tenham se vacinado. Visitantes que não tenham se imunizado não serão bem-vindos no Rio de Janeiro, a não ser que queiram se vacinar aqui. Aliás, soube que o secretário (de Saúde) Daniel Soranz tomou a decisão e nós vamos ter na noite de réveillon em Copacabana a possibilidade das pessoas que não se vacinaram, se vacinarem”, relatou.

Além da Praia de Copacabana, os outros nove locais com queimas de fogos serão a Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Flamengo, Ilha do Governador, Piscinão de Ramos, Bangu,  Praia de Sepetiba, Parque Madureira e Igreja da Penha.

Abaixo, confira a duração que a queima de fogos terá em cada um dos pontos:

Praia de Copacabana – 16 minutos

Flamengo – 12 minutos

Barra da Tijuca – 5 minutos

Recreio – 5 minutos

Praia de Sepetiba – 8 minutos

Bangu – 8 minutos

Parque Madureira – 8 minutos

Igreja da Penha – 10 minutos

Ilha do Governador – 8 minutos

Piscinão de Ramos – 8 minutos



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Clóvis Monteiro
« Programa Anterior
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »