Capital Fluminense

Portela abre as portas da quadra e realiza segunda edição de feira literária

Programação conta com atividades para alunos da rede pública, debates, lançamentos de livros, saraus de poesias, além de apresentações musiciais

Por Redação Tupi

debate-alma-encantadora-das-ruas
(Foto: Divulgação/Portela)

A quadra da Portela irá receber, a partir desta sexta-feira (13) até o próximo domingo (15), a segunda edição da FliPortela, a feira literária da azul e branca de Oswaldo Cruz e Madureira . O evento terá mesas de debate, saraus literários, encontros musicais, lançamentos de livros e stands de editoras. Entre os convidados para os debates estão o historiador Luiz Antônio Simas, a jornalista Flávia Oliveira, o professor Luiz Rufino e a doutora Helena Theodoro.

Para o presidente da Majestade do Samba, Luís Carlos Magalhães, a feira literária é um encontro da cultura do subúrbio em torno do tema “ancestralidade, memória e legado”. “Podemos resumir dizendo que é um encontro suburbano que tem tudo haver com a temática que a Portela levou para Avenida neste último Carnaval,  que é o baobá. A gente mostrou toda a importância tanto religiosa quanto de resistência desta árvore, o exemplo que ela dá para toda a etnia”, afirmou.

A FliPortela, a feira literária da Portela, conta com o apoio da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, da Fecomércio/SESC RJ, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e dos amigos da Portela Cultural. A entrada é gratuita e a quadra fica localizada na Rua Clara Nunes, número 81.

Confira abaixo a programação completa da FLiPortela 2022:

LOGO-FLIPORTELA-1
(Foto/Arte; Divulgação)

Dia 13 de maio

9h30 – Abertura – Clube Escolar Marechal Hermes

10h – Circuito Teste ao Samba

10h – Apresentação do Projeto Poetas de Escola – Escola Municipal Mozart Lago

10h20 – Contação de histórias – Professora Silvia Castro – Stand da SME

Crendo, sobretudo, no poder transformador das palavras, a autora de Histórias de Harmatã e A Sereia de Copacabana realizará uma oficina de contação de histórias.

10h40 – No quintal da Vovó Lydia e outras histórias – Anamô – Stand da SME

Anamô traz, em sua performance “No quintal da Vovó Lydia e outras histórias”, quatro contos: dois de origem brasileira e dois africanas, todos escritos por mulheres.

11h – Contação de histórias negras infanto-juvenis – Grupo Ujima

O grupo UJIMA realizará a contação de histórias infanto juvenis com temáticas negras.

11h30 – Oficina de Criação Poética – Fabio Prestes – Stand da SME

O criador do projeto “Oficinas de criação poéticas e confecção de livros cartoneros”, músico e poeta Fábio Prestes, guiará os participantes na construção de um pequeno poema utilizando o método das quatro folhas.

12h – Bateria da Escola Municipal Escultor Leão Veloso

O projeto “Coração Batuqueiro” é uma escola de samba-mirim sediada no bairro da Pavuna que desde de 2019 desenvolve uma parceria com a Escola Municipal Escultor Leão Velloso. Essa parceria tem procurado manter viva a cultura do samba na localidade e dar destaque as contribuições advindas da população afrodiaspórica. O projeto tem procurado resgatar estas raízes, levando para a juventude presente nas Escolas Municipais o interesse pelo conhecimento popular, através das muitas histórias e saberes presentes no mundo do samba.

13h – Slam – Escola Municipal Monte Castelo e Escola Municipal Oswaldo Teixeira

Alunos da Escola Municipal Monte Castelo, da 6ª CRE, e da Escola Municipal Oswaldo Teixeira, da 5ª CRE, participarão de uma batalha de slam, a poesia falada

13h30 – Oficina de Turbantes – Professora Glícia Lins – Stand da SME

Cultivando e valorizando os saberes afro-brasileiros, a profa Glícia Lins realizará uma oficina de turbantes.

14h – Banda do Núcleo de Artes Grande Otelo

Os alunos componentes da Banda do Núcleo de Artes Grande Otelo farão uma apresentação musical.

14h30 – Literatura de cordel – Rosário Pinto e Dalinha Catunda

A poetisa e vencedora do prêmio Patativa do Assaré, membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel, Rosário Pinto encontra Dalinha Catunda, poetisa e também membro da Academia Brasileira de Cordel nessa ação que quer trazer ao grande público urbano a confirmação das expressões populares e das suas manifestações vinculadas – a poesia, o canto, dança e demais manifestações de cunho popular.

15h – Oficina de Poiesis Suburbana – Rolé Literário

A oficina é um encontro prático com técnicas de escrita, exercícios e desafios criativos, voltados tanto para a narrativa quanto para os ambientes e ângulos de escrita. Culminará com a produção de um varal para a exposição dos trabalhos dos participantes.

16h – Circuito Teste ao Samba.

16h – Samba, Palavra e Corpo – oficina de percussão corporal e rítmica – Diogo Brandão – Praça Manacéa

O professor, músico, roteirista e diretor de audiovisual, Diogo Brandão, guiará os participantes em uma oficina de percussão corporal e rítmica.

16h30 – Contação de histórias pretas – Júlia Dutra e Roda da Casa Amarela – Stand da SME

Contação de histórias pretas e encenação teatral, abordando nossa ancestralidade e diáspora africana, refletindo sobre o dia 13 de maio e nossas demandas enquanto população preta. Nesta encenação traremos uma reflexão sobre racismo, desigualdades sociais e resistência.

17 horas – Contos e Encantos de Tucumã – Lucia Tucuju – Stand da SME

A oficina propõe momento lúdico, interativo, permeado com conto, canto, poemas indígenas e uma grande roda com a dança do Toré.

18h – Coral do EDI Professora Hélia Lúcia Moreno Ferreira

Coral de alunos da educação infantil do EDI Professora Hélia Lúcia Moreno Ferreira farão uma homenagem à Portela

18h30 – Abertura oficial da FliPortela

FliPortela
(Foto/Arte: Divulgação)

19 horas – Igi Osè Baobá: ancestralidade, memória, legado

Mediador: Fábio Pavão

Convidados/as: Helena Theodoro e Maurício Barros de Castro

20 horas – Encontro Musical: Quintal da Portela e Matriarcas do Samba

Dia 14 de maio

FliPortela
(Foto/Arte: Divulgação)

11h – Departamentos Culturais: atualidade e perspectivas – Praça Manacéa

Mediadora: Dandara Luanda (Portela Cultural)

Convidados/as: Selminha Sorriso (Beija-Flor), Natália Sarro (Vila Isabel), Renato Lopes Moço (Mangueira), André Bonatte (Imperatriz Leopoldinense), Thiago Tuzzi (Mocidade Independente de Padre Miguel).

13h – Contação de história: Meu Crespo é de Rainha – Hellen Christina – Stand SME

A oficina de contação de história – “Meu crespo é de rainha” de bell hooks – tem por objetivo enaltecer, através da literatura, a beleza e diversidade dos cabelos cacheados e crespos. As representações de penteados, texturas e tamanhos dos cabelos servem de referência para a garotada. Após a leitura, teremos um momento delicioso de pintura.

13h30 – Circuito Teste ao Samba

14h – Vozes (re)existentes

Mediador: Rafael Mattoso

Convidados/as: Júlio Emílio Braz, Elika Takimoto, Margareth dos Anjos

14h30 – Contação de histórias – Professora Silvia Castro – Stand SME

Crendo, sobretudo, no poder transformador das palavras, a autora de Histórias de Harmatã e A Sereia de Copacabana realizará uma oficina de contação de histórias.

15h – Oficina de Abayomi – Priscila Eiras – Stand SME

A professora e empresária Priscila Eiras oferecerá uma oficina que explora a arte de produzir abayomis, palavra de origem iorubá que nomeia pequenas bonecas feitas de amarrações em um retalho de tecido.

15h30 – Grupo Sarau 021

16h – Ancestralidade e o Afrofuturismo: uma sociedade matriarcal – Praça Manacéa

Mediadora: Rafaela Bastos
Convidadas: Joyce Trindade, Caroline Guedes, Sinária Rubia, Joana Oscar, Sandra Menezes

17h30 – Talentos do Morro

A ONG para captação de desenvolvimentos de jovens com polos no Alemão, Adeus e Penha, entra em cena para uma apresentação musical.

FliPortela
(Foto/Arte: Divulgação)

18h – Pedagogia dos Territórios: transbordamento das ruas e terreiros

Mediadora: Flávia Oliveira

Convidados/as: Luiz Antônio Simas, Dandara Suburbana, Luiz Rufino, Cristina Conceição

20h – Encontro Musical: Ponto do Samba Juiz de Fora

Dia 15 de maio

FliPortela
(Foto/Arte: Divulgação)

11h – Vozes da Periferia: potência e protagonismo

Mediador: Rogério Rodrigues/FliPortela

Convidados/as: Danielle Salles/Flup; Elias José Alfredo/Falp; Mestre Filó/Flisamba

12h – Gosto que enrosco: entrelaçando vivências e práticas educacionais entre as escolas formais e as escolas de samba.

Mediadora: Thayssa Menezes

Convidados: Rafael Raçudo, Luanda Machado, Mauro Cordeiro, Maria Flor

FliPortela
(Foto/Arte: Divulgação)

13 h – Livro, leitura e bibliotecas comunitárias: incidência em políticas públicas

Mediador: Renata Costa

Convidados: Mônica Verdan, Maria Chocolate.

14h – Rolé Literário: existe uma literatura suburbana?

Convidados: Coletivo Rolé Literário

15 h – Encontro Musical: Agbara Dudu e Afoxé Filhos de Gandhi.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
11 de Maio de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »