Brasil

Caso Marielle Franco: STJ opta por deixar para 2020 se processo será federalizado ou não

A relatora do processo, Laurita Vaz, justificou a decisão ao argumentar que os ministros estão divididos

Por Redação Tupi

Nesta terça-feira, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) optou por deixar para 2020 a análise do processo que irá decidi ou não a federalização das investigações referente ao assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, mortos em março de 2018.

A relatora do processo, Laurita Vaz, justificou a decisão ao argumentar que os ministros estão divididos sobre o caso, então, o adiamento é em vista de achar um consenso.

Antes de sair do cargo de procuradora-geral da República, Raquel Dodge pediu a federalização do caso e denunciou cinco pessoas por obstrução da justiça.

Entre os denunciados está Domingos Brazão, afastado do posto de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), devido à suspeita de envolvimento com o Escritório do Crime, grupo miliciano que está no topo da lista de suspeitos do homicídio dos dois.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
07 de Dezembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show da Galera
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »