Rio

Cedae defende água de reuso para auxiliar segurança hídrica

Companhia apresenta em Curitiba experiência com tratamento de esgoto para fins não potáveis

Por Redação Tupi

cedae
(Foto:Divulgação)

A Cedae abriu o primeiro dia de debates do evento “Cidades Inteligentes conectadas com o saneamento e o meio ambiente: desafios dos novos tempos”, no 31º Congresso promovido pela Associação Brasileira de Engenheiros Sanitaristas (Abes), em Curitiba, com proposta alternativa para a segurança hídrica.

Nesta segunda-feira (18) o engenheiro civil e sanitarista da Companhia, André Alcantara, apresentou o estudo “Avaliação do potencial de reuso industrial de efluentes na Região Metropolitana do Rio de Janeiro” que mostra a experiência da empresa desde 2012 em Estações de Tratamento de Esgotos (ETEs).

Alcantara detalhou como a água de reuso pode ser utilizada para diversas finalidades: geração de energia, refrigeração de equipamentos, aproveitamento nos processos industriais e limpeza de ruas e praças com grande ganho de eficiência.

Segundo o técnico, a água residual dos processos de tratamento de esgoto e seu aproveitamento têm grande importância para a economia de água potável, evitando o aumento do consumo principalmente durante os períodos de escassez.

“Neste segmento, podemos destacar como principal ação da Cedae o fornecimento de água de reuso obtida de efluentes tratados nas ETEs durante a crise hídrica de 2014/2015. A Companhia fez o abastecimento das obras do Porto Maravilha e possibilitou a utilização desta água para uso de fins não potáveis, incentivando a gestão mais eficiente” – relembrou Alcantara.

Na ETE Penha, desde 2005, em parceria com a Prefeitura do Rio, a Cedae fornece 6 mil metros cúbicos por mês à Comlurb para lavagem de rua e rega de jardins, com utilização em limpeza urbana e paisagismo.

Isso significa economia equivalente à necessária para abastecer uma população de 1.818 habitantes, segundo cálculo da Organização das Nações Unidas, que considera 110 litros por habitante/dia.

ANA lança o ‘Atlas Água – Segurança Hídrica para o abastecimento urbano’

A Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANA) lançou o “Atlas Águas – Segurança Hídrica para o abastecimento urbano” durante o evento. O material reúne dados relativos ao saneamento básico das 5.570 cidades do País, obtidos por meio de estudo técnico. O guia estará disponível para consulta a fim de contribuir para decisões relacionadas ao tema.

“A segurança hídrica é um desafio para a gestão das concessionárias. O primeiro Atlas, lançado em 2010, possibilitou diagnósticos detalhados do abastecimento urbano e esta atualização já está alinhada ao novo marco do saneamento” – pontuou a presidente da ANA, Cristiane Dias.

Congresso híbrido – presencial e on-line

O Congresso promovido pela Abes segue até quarta-feira (20/10) em formato híbrido, com debates presenciais e na versão on-line (https://abes-dn.org.br/abeseventos/31cbesa/2021/10/16/congresso-da-abes-acesse-a-plataforma-do-evento/



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
02 de Dezembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Clóvis Monteiro
« Programa Anterior
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »