Coronavírus

Cultos da igreja de Silas Malafaia no Rio são proibidos

Desembargador Agostinho Teixeira ressaltou que o distanciamento social é necessário nesse momento

Por Redação Tupi

A Justiça do Rio determinou, na última quinta-feira, que a Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, que é liderada pelo pastor Silas Malafaia, não realize cultos durante a pandemia do coronavírus.

O desembargador Agostinho Teixeira, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que determinou a proibição dos cultos. A decisão acolheu um recurso do Ministério Público Estadual e ainda impõe multa de R$ 10 mil para cada dia de descumprimento.

Segundo o magistrado, o processo “não discute se a fé é essencial a existência humana nem se os templos prestam serviços imprescindíveis”. Ele ressalta que o que “se debate é a possibilidade de uma limitação temporária de parte desses serviços”.

O desembargador afirmou que o distanciamento social é necessário nesse momento. Já em entrevista à revista VEJA, Malafaia rebateu a decisão da Justiça e afirmou que a decisão foi “absurda” e uma “vergonha”.

O religioso alegou que, desde 19 de março, não abre mais as portas dos templos aos fiéis para evitar aglomeração em meio à pandemia de coronavírus.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
02 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Cidinha Livre
« Programa Anterior
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »