Rio

Dono de empresa de transplante capilar diz como acabar com a calvície

Segundo dados da Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC), em média 42 milhões de brasileiros sofrem com o problema

Por Redação Tupi

Dono de empresa que trata calvície
(Foto: Divulgação)

A calvície, ou alopecia androgenética, causa desconforto e afeta diretamente na autoestima de muitos homens. Foi pensando nisso que Alex Matarazzo, CEO da “Matarazzo Transplante Capilar”, localizada na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, resolveu encarar o problema.

Segundo dados da Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC), em média 42 milhões de brasileiros sofrem com calvície. Ainda na pesquisa, jovens entre 20 e 25 anos também passam pelo problema de queda capilar, e de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o problema atinge metade dos homens com até 50 anos.

Por ser estimulada pelo hormônio masculino da testosterona, a alopecia é mais comum nos homens. Nas mulheres, o problema costuma aparecer durante a gravidez ou no período pós-parto. Para entender o ponto de partida da queda, o ideal é buscar ajuda médica.

Matarazzo, que sofreu com o problema, conta como foi difícil lidar na época. “Com menos de 30 anos, eu já estava completamente calvo na parte da frente da cabeça. E isso me trazia muito incômodo. Procurei vários tratamentos até que me apresentaram o transplante capilar. Deu tão certo que as pessoas começaram a me perguntar o que tinha feito. Me interessei pelo assunto e criei a Matarazzo Transplante Capilar” explicou.

Dono de empresa de tratamento capilar
(Foto: Divulgação)
Dono de empresa de tratamento capilar
(Foto: Divulgação)

Foi a partir de uma necessidade pessoal que nasceu a clínica que já atendeu a uma infinidade de pessoas. “O mais importante é poder ajudar as pessoas a recuperar a autoestima. Os pacientes se tornam nossos amigos e sempre voltam para fazer uma visita, além de indicar outros que enfrentam o mesmo problema. Poder contribuir para que essas pessoas ganhem um novo capítulo na história, com mais confiança e felicidade, não tem preço”, concluiu Matarazzo.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
16 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Bola em Jogo
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »