Conecte-se conosco

Rio

Eduardo Giannetti toma posse na Academia Brasileira de Letras

Economista e escritor substitui o filósofo e professor Tarcísio Padilha na cadeira de número 02

Publicado

em

Eduardo Giannetti
Eduardo Giannetti durante posse na Academia Brasileira de Letras (Foto: Reprodução/YouTube)

O escritor, professor e economista Eduardo Giannetti tomou posse, em cerimônia realizada na noite da última sexta-feira (12), da cadeira de número 02 da Academia Brasileira de Letras (ABL). Giannetti foi eleito ainda em dezembro do ano passado para ocupar a vaga deixada pelo filósofo e professor Tarcísio Padilha, que faleceu no dia 09 de setembro de 2021.

Na cerimônia de posse, os acadêmicos Antonio Carlos Secchin, Edmar Lisboa Bacha e Zuenir Ventura foram os responsáveis por conduzir Eduardo Giannetti ao Salão Nobre. A escritora Rosiska Darcy de Oliveira fez a entrega do colar. Já a espada foi entregue pelo escritor Arnaldo Niskier.

A entrega do diploma foi realizada pelo músico Gilberto Gil. Após declarado empossado, o poeta Antonio Cícero fez o discurso de recepção.

Ao assumir a palavra, já como imortal, Giannetti definiu a Academia Brasileira de Letras como uma “obra do tempo e das gerações, uma espécie de parceria e a aliança sempre renovadas entre os que vivem, os que já morreram e os que ainda irão nascer”. No discurso, ele afirmou ainda que, pela diversidade de perfis dos ocupantes, a cadeira 2 pode ser vista como um microcosmo da ABL.

“Temos deveres e responsabilidades com os que nos precederam e, não menos, com os que vêm depois de nós. Se a memória é a correia de transmissão do espírito entre o passado e o presente, a imaginação criadora é a ponte capaz de nos conduzir ao futuro – o impulso capaz de tornar nossa herança legado, como “tocha olímpica”, às gerações futuras. Elos passageiros e efêmeros, cada um de nós, na cadeia do ser, somos, não obstante, veículos de anseios, talentos e valores que nos transcendem e projetam à eternidade – o belo, o verdadeiro e o bem. Eis a imortalidade que importa”, ressaltou Giannetti.

O acadêmico também destacou que a ABL cumpre o papel de valorizar a arte, o conhecimento e a ética que se traduzem no absoluto respeito à cultura e às realizações.

Eleito para integrar a Academia no dia 16 de dezembro de 2021, Eduardo Giannetti é referência em temas como ética e filosofia. Ele é autor de diversos livros e artigos, sendo alguns deles traduzidos para outros idiomas.

Ao longo da carreira, o mais novo imortal venceu duas vezes do Prêmio Jabuti: a primeira vez, em 1994, por “Vícios privados, benefícios públicos?” e a segunda, em 1995, pelo livro “As partes & o todo”. Giannetti também foi o vencedor do prêmio Economista do Ano, pela Ordem dos Economistas de São Paulo, em 2004.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.