Rio

Eleição para conselheiros tutelares tem mais de 300 denúncias no Rio

Processo eleitoral foi marcado por confusão

Por Redação Tupi

Foto: Divulgação

O processo eleitoral para eleger conselheiros titulares no Rio de Janeiro, realizado no último domingo, foi marcado por confusões. Até o momento, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente do Rio de Janeiro recebeu mais de 300 denúncias de irregularidades na eleição. O maior número de reclamações são de crimes eleitorais como boca de urna, compra de voto, mudanças de última hora nos locais de votação, caravanas de eleitores patrocinadas por movimentos religiosos, eleitores tendo que fotografar seu voto e eleitores sem poder votar.

“Nós estamos tendo uma eleição atípica. Existe uma guerra entre milicianos, traficantes, católicos e evangélicos. Isso é uma certeza. Estamos em uma cidade sitiada. E nós estamos tentando evitar que a eleição seja impugnada”, desabafou Carlos Roberto Laudelino, coordenador da Comissão Eleitoral do CMDCA e responsável pela organização da eleição. Ainda de acordo com Laudelino, candidatos fizeram churrasco, festa open bar, boca de urna e intimidação em troca de votos.

O Ministério Público informou que sete candidatos foram impugnados devido a irregularidades verificadas nos locais de votação. Ao todo, 468 candidatos concorreram a 190 vagas, sendo 95 titulares e 95 suplentes, em 19 conselhos tutelares espalhados pela cidade.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Isabele Benito
« Programa Anterior
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »