Capital Fluminense

Empresa é investigada por pirâmide financeira após denúncias de fraude

Segundo as investigações, a Top Mais depositava um valor referente aos rendimentos da aplicação do cliente, mas, quatro meses depois, a empresa sumiu alegando ter decretado falência

Por Tatiana Campbell

Delegacia de Defraudações
Delegacia de Defraudações (Foto: Tatiana Campbell / Super Rádio Tupi)

Um grupo de 10 pessoas esteve, nesta terça-feira (21), na Delegacia de Defraudações alegando ter sido vítima de um golpe do empréstimo consignado. O esquema, segundo a Polícia Civil, já se caracteriza como a famosa pirâmide financeira.

Uma das vítimas informou que realizou um empréstimo de R$ 40 mil após acumular muitas dívidas e, com a morte do filho, a situação ficou ainda pior. A vítima então decidiu aplicar na empresa que prometia juros altos. Mensalmente, a Top Mais depositava um valor referente aos rendimentos desta aplicação, porém, segundo o servidor público, quatro meses depois a empresa sumiu alegando ter decretado falência.

“Fiquei atraído pela facilidade do dinheiro. Me pegaram em um momento de fragilidade com a morte do meu filho e aí eu fiquei com dívidas muito altas e tive que pegar esse empréstimo para arcar com as despesas”.

A Polícia Civil informou que tenta identificar os envolvidos para prestarem esclarecimentos.

A reportagem da Super Rádio Tupi tentou contato com a Top Mais, que não se posicionou até a publicação desta matéria.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
15 de Outubro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Isabele Benito
« Programa Anterior
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »