Conecte-se conosco

Economia

Equipe da Defesa Agropecuária interditada fábrica clandestina em Campos dos Goytacazes

No local foram encontradas mais de meia tonelada de alimentos irregulares

Publicado

em

(Foto: Reprodução / Sec. Agricultura)

Durante operação conjunta realizada por agentes da Superintendência de Defesa Agropecuária do Estado do Rio, agentes da Vigilância Sanitária de Campos e policiais civis da 134ª Delegacia de Polícia do Centro do município, interditaram uma fábrica clandestina de restos de abate de animais, em Campos dos Goytacazes.

Foram encontrados no local mais meia tonelada de partes de carnes de origem animal e um tanque com muito sangue. Todo material foi encontrado no galpão da fábrica, situada na Estrada do Carvão, na Zona Rural da cidade. A polícia apura se as carnes eram vendidas para grandes centros como São Paulo e Minas Gerais para consumo humano.

O dono do local será encaminhado para 134ª DP/Centro para prestar depoimento. “É de extrema importância essas ações em prol da saúde pública. O trabalho dos nossos agentes não para! Estamos realizando ações volantes de fiscalizações em diversos municípios”, ressaltou o superintendente de Defesa Agropecuária, Paulo Henrique Moraes.

A Defesa Agropecuária estadual alerta para que o consumidor somente adquira produtos de origem animal devidamente registrados, seja no SIM, SIE, SIF ou SISBI.

Serviço de Inspeção Oficial

O Serviço de Inspeção Oficial é responsável pelo registro, controle e fiscalização higiênico-sanitária e tecnológica da produção de alimentos de origem animal como carne, leite, pescado, mel, ovos e seus respectivos derivados.

As ações de inspeção e fiscalização, realizadas por fiscais agropecuários/médicos-veterinários e seus auxiliares, são baseadas em normas, padrões de higiene e leis, que visam eliminar ou minimizar os riscos de contaminação durante a industrialização e manipulação desses alimentos. No Brasil existem os Serviços de Inspeção sob as esferas federal, estadual ou municipal.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *