Destaques

Estudante de Odontologia é presa por tentar se passar por médica no Hospital Miguel Couto

Para os seus mais de 6 mil seguidores na Internet, Nathiely publicava fotos supostamente dentro de hospitais e realizando procedimentos cirúrgicos

Por Redação Tupi

estudante de odontologia
Estudante de Odontologia é presa por tentar se passar por médica no Miguel Couto (Divulgação)

Uma jovem foi presa nesta sexta-feira (20), acusada de se passar por médica nas redes sociais. Segundo a Polícia Civil, Nathiely da Silva do Nascimento, de 20 anos, se apresentava como médica especialista em ortopedia e traumatologia do Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul do Rio.

Para os seus mais de 6 mil seguidores na Internet, Nathiely publicava fotos supostamente dentro de hospitais e realizando procedimentos cirúrgicos. Ela utilizou um crachá falso para entrar na unidade. Quem desconfiou de toda a ação, foi a própria direção da unidade, que com o apoio de um policial militar que estava no interior do Hospital acionou a viatura que efetuou a prisão.

Segundo a Delegacia responsável pela prisão, Nathiely não era contratada do Hospital Miguel Couto, mas devido as imagens publicadas no instagram da jovem, os agentes não descartam que ela estivesse trabalhando em algum Hospital Público ou particular da rede de Saúde do Rio. As investigações ainda estão em andamento.

Na sua página no Instagram, na qual tinha 6,5 mil seguidores, Nathiely da Silva do Nascimento, de 20 anos, se apresentava como médica especialista em Ortopedia e Traumatologia do Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, Zona Sul do Rio. Na rede social, mostrava detalhes de uma suposta rotina de médica, com fotos dando plantões, usando jaleco com seu nome e segurando um estetoscópio. No entanto, para a polícia, tudo se trata de uma farsa.

Nathiely, que na realidade é estudante de Odontologia, foi presa em flagrante na noite de quinta-feira (19), no Miguel Couto. Ela é suspeita de ter usado um crachá falso para entrar na unidade. No documento, consta o nome da jovem e no verso, a informação de que ela seria estagiária. Segundo os investigadores, a jovem se passava por médica nas redes sociais.

A direção do Hospital Municipal Miguel Couto deixa claro que a suspeita não trabalhava na unidade. Ela usava indevidamente o nome do hospital em postagens nas redes sociais e na noite desta quinta-feira (19), acessou o prédio com um crachá falso, sendo identificada e retida pelos vigilantes, até a chegada da viatura policial.

A direção registrou boletim de ocorrência na delegacia e o caso está agora sob investigação da Polícia Civil.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »