Conecte-se conosco

Rio

‘Eu como médico tenho poder apenas de interferir na qualidade de saúde do paciente’, dispara Drº Bruno Teixeira, em depoimento

Ele é suspeito de ser cúmplice de Bruno Krupp, o modelo preso acusado pela morte de João Gabriel, de 16 anos

Publicado

em

Bruno Teixeira
'Eu como médico tenho poder apenas de interferir na qualidade de saúde do paciente', dispara médico Bruno Teixeira, em depoimento

O médico Bruno Teixeira prestou depoimento por mais de três horas na 16ª Delegacia de Polícia (Barra da Tijuca). Ele é suspeito de ser cúmplice de Bruno Krupp, o modelo preso acusado pela morte de João Gabriel, de 16 anos.

Krupp pilotava uma moto em alta velocidade, na Avenida Lúcio Costa, no último dia 30, quando atropelou o adolescente. Após o acidente, o médico foi contratado para cuidar do jovem. Teixeira pediu a transferência do modelo da enfermaria para a UTI porque, segundo o médico, o paciente estava com problemas nos rins e precisava de sessões de hemodiálise.

O cirurgião afirmou que a solicitação foi somente para preservar a saúde de Krupp.

“A indicação de internação do paciente num local fechado se deu muito por um agravamento do estado de saúde dele, e não em atrapalhar o andamento da justiça, porque eu como médico tenho poder apenas de interferir na qualidade de saúde do paciente”, disse o doutor.

Vale ressaltar que o laudo de Teixeira foi diferente do parecer de outros profissionais, que já tinham liberado Krupp para ser transferido ao sistema prisional. O médico é investigado por fraude processual e falsidade ideológica. 

O modelo Bruno Krupp já está na Unidade de Pronto Atendimento do Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste da capital fluminense.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *