Patrulhando a Cidade

Ex-PM é preso por manter ex-mulher e filho em cárcere privado

Acusado já havia agredido outras duas ex-companheiras

Por Redação Tupi

Foto: Divulgação Polícia Civil

Um ex-policial militar foi preso neste fim de semana após manter a ex-mulher e o filho de três anos em cárcere privado. O acusado,  que não aceitava o fim do casamento, levou os dois à força para casa dele, em Anchieta, Zona Norte do Rio.  As vítimas ficaram presas no local por dois dias e a ex-mulher chegou a ser estuprada por ele. A mãe da vítima, que já sabia do histórico de agressões que a filha sofria, foi atá a Delegacia de Atendimento a Mulher (DEAM) de Nova Iguaçu pedir ajuda. Os policiais fizeram diligências e localizaram o cativeiro. O ex-PM foi preso e as vítimas liberadas. A delegada Monica Areal disse que mesmo após ser algemado, agressor teve a ousadia de ameaçar a ex-mulher.

“Ela estava tão nervosa, numa situação tão estressante que, quando nós chegamos, ela passou mal. E ele, mesmo algemado, já entrando na viatura, estava olhando pra ela ameaçadoramente. Ela até chorou quando ele, só com um olhar, a ameaçou. Essa prisão é muito importante para que as mulheres percebam como é melhor quando a denúncia chega rápido. Eu deixo essas mensagem para  as vítimas abrirem o olho. Denuncie”.

O ex-PM foi expulso da corporação pelo crime de receptação. Segundo a polícia, o acusado já tem histórico de agressões a outras duas ex-companheiras. Pelo perigo que ele representa, a delegada pediu a prisão preventiva do acusado.

O telefone do Disque-Denúncia é 2253-+1177

Comentários
enquete

Os quatro maiores clubes do Rio se sairão melhor na segunda rodada do carioca?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »