Conecte-se conosco

Rio

Castro comenta ferramentas criadas no Dia da Mulher: ‘Maior campo para denúncia’

Governador esteve presente nas ações promovidas pela Secretaria de Estado de saúde no Largo da Carioca

Publicado

em

governador claudio castro dia internacional da mulher largo carioca
(Foto: Tiê Leal / Super Rádio Tupi)

Neste Dia Internacional da Mulher, a Secretaria de Estado de Saúde realizou diversas ações voltadas para o público feminino no Largo da Carioca, como a realização de exames de mamografia e ultrassonografia no mamógrafo móvel.

O governador do estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, esteve presente no evento que contou, ao todo, com mais de 40 serviços gratuitos destinados para o público feminino. Na ocasião, Castro disse que a pauta das mulheres é uma das prioridades do governo do estado:

“O objetivo é olhar a mulher com toda a sua potencialidade. Na questão da segurança pública, trabalhar na proteção da mulher. O nosso aplicativo Rede Mulher dá às mulheres a possibilidade de se proteger, de ter um campo seguro para poder proteger a vida de um possível agressor mesmo”, contou.

Nesta sexta-feira o Instituto de Segurança Pública (ISP) criou também um painel de monitoramento que possibilita acompanhar diversas formas de violência contra a população feminina, apresentando dados mensais sobre os delitos cometidos contra as mulheres por município e área de atuação das delegacias e batalhões de polícia. Outra ferramenta criada, foi o ISP Mulher, que está disponível para o público acompanhar alguns dados de violência contra a mulher e também os endereços da Rede de Atendimento à mulher vítima. Cláudio Castro também comentou sobre as iniciativas:

“Quando a gente lança uma plataforma nova, a primeira ideia é que a mulher tenha o maior campo de fazer a denúncia. Aquela mulher que está escondida, que está sofrendo calada, sem oportunidade de também se defender, ela teve coragem, teve acesso e possibilidade. Ela confiou no poder público”, disse.

No Largo da Carioca, mais de 17 secretarias e órgãos estaduais participaram da iniciativa voltada para oferecer mais de 40 serviços gratuitos, somente para o público feminino.

Continue lendo