Rio

Investigação contra PMs envolvidos no caso Almarildo é arquivada

Até hoje o corpo do pedreiro continua desaparecido

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

O processo contra 13 policias militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) envolvidos na ocultação do corpo do ajudante de pedreiro Amarildo Dias de Souza, foi arquivado. O caso aconteceu em julho de 2013, na comunidade da Rocinha, Zona Sul do Rio e até hoje o corpo continua desaparecido.

O morador foi levado pelos PMs para a sede da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade e eles foram acusados de retirar o corpo de Amarildo da Rocinha em uma viatura do Bope.

A Justiça chegou a concluir, em um primeiro processo, que Amarildo foi torturado e morto pelos policiais e condenou 12 agentes. Depois o Grupo de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público estadual do Rio de Janeiro (MP-RJ) abriu uma investigação contra outros 13 militares do Bope que também estavam na comunidade no dia do desaparecimento. Mas, o processo foi descontinuado.

 

 

 

Comentários
enquete

Você acha futebol chato ou emocionante?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show de Bola
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »