Rio

Justiça condena dois homens pela morte de líderes comunitárias em Jacarepaguá

Os acusados acreditavam que as vítimas eram ligadas a milicianos que disputavam o controle da região

Foto: Reprodução Internet

O Conselho de Sentença do 3º Tribunal do Júri condenou Victor Hugo dos Santos Araujo, conhecido como Vitinho, a 56 anos de prisão, e Thiago Pereira, o Tiquinho, a 48 anos, pelas mortes de duas líderes comunitárias da favela Bela Vista, na Estrada da Covanca, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Eles cumprirão as penas em regime fechado.

Em janeiro de 2012, os homens, apontados como chefes do tráfico na comunidade, invadiram a Associação de Moradores da Bela Vista e atiraram contra Elizabeth Silva Santos e Iara Gonçalves Prata, que trabalhavam no local. De acordo com a denúncia, o crime foi cometido porque os acusados acreditavam que as vítimas eram ligadas a milicianos que disputavam com os traficantes o controle da região.

Na sentença, o juiz Alexandre Abrahão destacou que os crimes foram cometidos de forma violenta e cruel, impedindo que as vítimas pudessem se defender. O magistrado também ressaltou que o assassinato de Elizabeth foi frio e calculista, uma vez que Victor Hugo era amigo de escola da filha da vítima.

Comentários
enquete

Mulheres administram melhor o dinheiro do que os homens?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
16 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Tupi na Rede
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »