Brasil

Miliciano Adriano da Nóbrega morre em troca de tiros com a polícia na Bahia

Adriano da Nóbrega era apontado como chefe do "Escritório do Crime", grupo de matadores suspeito de ligação com as mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ocorrida em março de 2018

Por Redação Tupi

Adriano Magalhães da Nóbrega, miliciano e chefe do Escritório do Crime — Foto: Reprodução

Adriano da Nóbrega, miliciano e ex-capitão do Bope, morreu na manhã deste domingo (09) durante um confronto com a polícia na Bahia. A troca de tiros com a polícia aconteceu na Zona Rural da cidade de Esplanada, onde o ex-capitão tinha um esconderijo. Contra ele, havia um mandado de prisão expedido em janeiro de 2019, e estava foragido desde então.

Ele chegou a ser socorrido para um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos. Com Adriano foi encontrada uma pistola austríaca calibre 9mm. Após fazerem buscas em outros cantos da casa, os policiais encontraram mais três armas.

Adriano é apontado como chefe do Escritório do Crime, que é um grupo de matadores suspeito de ligação com as mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ocorrida em março de 2018.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
29 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »