Brasil

Ministro do STJ concede prisão domiciliar a Fabrício Queiroz

Ex-assessor de Flávio Bolsonaro foi preso durante operação que investiga as "rachadinhas" na Alerj

Por Redação Tupi

(Foto: Divulgação / Polícia Civil SP)

O Ministro João Otávio de Noronha, presidente do Superior Tribunal de Justiça, concedeu prisão domiciliar para o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz e à mulher dele, que está foragida, Márcia Oliveira de Aguiar.

Os pedidos de liberdade de Queiroz chegaram ao STJ no dia 7 de julho, após o Tribunal de Justiça do Rio decidir enviar o caso para o STJ.

Queiroz estará proibido de manter contato com qualquer contato investigado no caso das “rachadinhas” e terá que utilizar monitoramento eletrônico por tornozeleira.

Ele está preso desde o dia 18 de junho no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, após ser encontrado em Atibaia, no interior de São Paulo. A casa onde ele foi encontrado pertence a Frederick Wassef, ex-advogado da família Bolsonaro.

Comentários
enquete

Fluminense mereceu a vitória em cima do Botafogo?

Carregando ... Carregando ...


AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
18 de Abril de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »