Conecte-se conosco

Justiça

MPRJ denuncia quatro funcionários do MetrôRio por morte de passageiro 

Os quatro funcionários foram denunciados pela MPRJ

Publicado

em

Foto da estação do Metrô Rio
(Foto: Reprodução)

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), denunciou nesta segunda-feira (22), à Justiça, o caso que ocorreu com o passageiro  José Alves Simão, que veio a óbito devido a múltiplos ferimentos, fraturas e lacerações, depois de ficar com a mão presa no vagão sentido Uruguaiana, em Outubro de 2022, arrastado por 17 segundos ao tentar ingressar no próprio. Quatro funcionários da concessionária MetrôRio foram denunciados por homicídio culposo, crime praticado quando não há intenção de matar.

A denúncia oferecida pela 1ª Promotoria de Justiça de Investigação Penal Territorial da área Centro e Zona Portuária do Núcleo Rio de Janeiro aponta que o condutor da composição, um controlador de segurança, um controlador de estação e um supervisor do Centro de Controle Operacional da concessionária, tiveram responsabilidade pela morte.

Segundo o documento entregue à Justiça, relata que o condutor, antes da partida deveria ter verificado se ainda havia algum passageiro tentando ingressar no vagão, o que não ocorreu e teve a falha por parte do condutor. Já os outros três funcionários não observaram a devida vigilância de todos os passageiros que se encontravam na estação para o embarque, culminando com a demora na paralisação do trem.

“Reafirme-se que os segundos do arrastamento do corpo da vítima seriam plenamente inexistentes se houvesse atividade de vigilância junto às câmeras e monitores existentes. Todos os denunciados que ocupavam funções no Centro de Controle Operacional e no Centro de Controle de Segurança tinham acesso ao sistema de travamento de energia elétrica da estação, cujo não acionamento culminou com o óbito do usuário”, descreve um dos trechos da denúncia.  

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *