Conecte-se conosco

Rio

MPRJ faz 7 prisões e apreende produtos falsificados no 1º fim de semana do Rock in Rio​

Reduzido nº de apreensões este ano é resultado de um trabalho preventivo consolidado de combate à pirataria e à venda de ingressos falsos no entorno do evento

Publicado

em

MPRJ faz 7 prisões e apreende produtos falsificados no 1º fim de semana do Rock in Rio​
MPRJ faz 7 prisões e apreende produtos falsificados no 1º fim de semana do Rock in Rio​

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Promotoria de Justiça que atua junto ao 9º Juizado Especial Criminal, com apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ), prendeu nesta segunda-feira (5), sete pessoas e apreendeu produtos falsificados no primeiro fim de semana do festival Rock In Rio. De acordo com o MPRJ, o reduzido número de apreensões este ano é resultado de um trabalho preventivo consolidado de combate à pirataria e à venda de ingressos falsos no entorno do evento.

Uma das novidades no trabalho de fiscalização neste ano foi a utilização de um drone por agentes da CSI/MPRJ para auxiliar o trabalho de combate à pirataria. Os trabalhos foram realizados em conjunto com o Serviço Reservado do 31º BPM (Recreio dos Bandeirantes).

Cinco pessoas foram detidas na última sexta-feira (2) e outras duas no último domingo (04). Foram apreendidos bonés, copos, chaveiros, óculos e outros pequenos produtos piratas. O promotor de Justiça Márcio Almeida avalia que o trabalho realizado nos últimos anos surtiu efeito e resultou em uma redução significativa no número de apreensões de produtos que utilizam ilegalmente a marca do evento. No festival de 2013, por exemplo, em um único sábado foram apreendidos mais de mil itens falsificados, principalmente camisetas.

“Nas edições anteriores, principalmente entre 2011 e 2015, tinha muita incidência de venda de produtos falsificados no entorno. Fizemos uma repressão forte, e hoje vemos que o trabalho deu certo, ao ponto de os próprios vendedores informais não levarem mais produtos piratas com a marca do evento. Vamos continuar intensamente nesta segunda semana, com a prevenção da prática de delitos, com apoio do drone, fazendo as abordagens e conduzindo ao juizado criminal quem insistir em praticar o ilícito”, comentou Márcio Almeida, que destaca:

“A utilização do drone teve um importante papel em apoio às equipes de campo. Com ele temos uma visão ampla da área, da movimentação de pessoas, o que facilita na identificação de uma aglomeração ou de quem está indo contra o fluxo do evento, para o que facilita o direcionamento das equipes ao local”.

O MPRJ dispõe de um plantão permanente de promotores no Rock in Rio, inclusive com a utilização de um ônibus da instituição como base de apoio. Os detidos irão responder por crime contra registro de marca.

Veja as fotos da operação:

MPRJ faz 7 prisões e apreende produtos falsificados no 1º fim de semana do Rock in Rio​ (Foto: Divulgação)

MPRJ faz 7 prisões e apreende produtos falsificados no 1º fim de semana do Rock in Rio​ (Foto: Divulgação)

MPRJ faz 7 prisões e apreende produtos falsificados no 1º fim de semana do Rock in Rio​ (Foto: Divulgação)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.